Monday, May 22, 2006

Direto de Munique

Este é o meu primeiro post e quero iniciá-lo parabenizando nosso grande amigo Jürgen. Ele defendeu o Diplomarbeit que, para quem não sabe, equivale aqui ao nosso mestrado. Ele recebeu a nota máxima! Jürgen, parabéns!

Também gostaria de contar o que aconteceu na sexta e no sábado. Sexta-feira, 17 horas da tarde e até então não sabia o que iria rolar no happy-hour. Depois de receber o histórico e-mail do Lisandro, fui checar meu e-mail para verificar se havia chegado alguma resposta. Ao invés disso, recebo um e-mail do Marcello Campos dizendo que ele e o Sergio estavam em Munique e ficariam até a manhã de sábado. Tratei logo de tentar contactá-los para irmos tomar uma cerveja. Depois de alguma demora consegui encontrá-los e fomos a um Biergarten, que é um lugar a céu aberto com muitas mesas, onde se bebe cerveja em múltiplos de 1 litro! Primeiro fato: Logo que entramos no Biergarten, quem vem ao nosso encontro? O assim chamado pelo Diniz, Bundesdeutsch, Benno. Antes de sentarmos na mesma mesa onde estavam a esposa e o irmão do Benno fomos pegar algo para comer e a indispensável cerveja. Fui ajudar o Sergio, como intérprete, a pedir algo não alcólico. Segundo fato: As unicas opções não alcólicas eram suco de laranja ou de maça e em doses bem pequenas, de 0,2 litros mais especificamente. Tentamos em maior volume, mas a conclusão que chegamos é que, definitivamente, esse é um lugar para se beber cerveja, como o próprio nome já diz!!!

No sábado fomos eu e o Jürgen encontrar o Diniz no aeroporto. Como sempre, as mesmas estórias ...

Hoje, depois da defesa do Jürgen, não me segurei e acabei soltando um comentário "diniziano": "Jürgen, pelo seu péssimo desempenho com as mulheres, não deveria receber a nota máxima!" Não sei o que deu em mim, deve ter sido o encontro de sábado!!!! Ainda complementei: "Como era uma professora avaliando, não deve ter levado isso em conta!" Mas ai, veio o terceiro fato: o Jürgen respondeu: "Foi o meu charme!"

Convenhamos, Jürgen também foi contaminado pelo Mestre dos Magos!!!!

Monday, May 15, 2006

GPA Roadtrip - Parte I

Começando com as descobertas da viagem do Grupo de Processamento de Áudio a São Paulo. Um hábito de Alexandre, vulgo Palocci, veio à tona.

Tuesday, May 09, 2006

Pol (adendo)

Como dito no post anterior, Pol não gosta de ser chamado de "Espanhol", além disso já havia me dito que nunca havia torcido pra seleção espanhola numa Copa do Mundo (o que, aliás, devo tê-lo poupado de muito sofrimento). De início pensei que era apenas uma questão de afirmação da identidade dele com a Catalunha, nada muito sério.
Hoje, no almoço no Burguesão, ele me explicou suas razões. Para Pol, "espanhol" é o mesmo que castelhano, de quem nasce na região de Castela. Segundo ele, "os espanhóis fizeram muita merda na Catalunha durante a ditadura deles" (ao se referir à ditadura de Franco). Seus dois avôs lutaram no lado republicano (derrotado) na Guerra Civil Espanhola, sendo que um deles escapou de morrer pq o soldado falangista designado para fuzilar o pelotão de prisioneiros resolveu libertar quem ele conhecia antes de atirar. Seus pais eram impedidos de falar catalão (sua língua natal, por isso não sabia o que significava "carajo") nas ruas durante a ditadura de Franco. Quem falasse catalão era espancado pela polícia sob os gritos "Habla cristiano, catalán de mierda!", pois segundo os franquistas, catalão não é uma língua falada por quem é cristão.
Bona Nit.

Saturday, May 06, 2006

Pol

Mais um estrangeiro no laboratório, Pol é conhecido como "O Espanhol", apesar de odiar o apelido, por se considerar apenas catalão. Fez vários sacrifícios pra vir para o Brasil, inclusive vender seu carro. Mas pelas suas histórias sobre as "gatchinhas e muuulátas" dos fins de semana, parece que valeu à pena.
Certo dia, foi almoçar com Ana, Watinha e Zito e tudo que descrevia começava com "Puta que pariu" e terminava com "Bom pra Caráálho!", sem nem ligar pra presença da Ana. Depois de terminar a frase com a mesma expressão pela 15a. vez, foi então perguntado: "Ô, Espanhol, por acaso você sabe o que é caralho?" "No, no sé." "É o mesmo que 'carajo' em espanhol" "Pero, también no sé que es carajo...". E então foi devidamente explicado por Zito e Watinha, enquanto Ana olhava envergonhada. "Comprendo, es lo mismo que 'PICA'!", e continuou, agora em português: "Engraçado porque não sabia o que era Caráálho, mas já sabia antes o que é Casa do Caráálho."
Realmente, só agora acredito que o tal Don Ramirez, ancestral do professor mais baixo do LPS era realmente espanhol e não paraguaio.

Wednesday, May 03, 2006

Quiz de Ontem

Narração de Sergio Lima Netto, já que não fui ontem:

"Ontem tivemos o Quiz de Maio/2006. A equipe estava bastante desfalcada e tivemos que mudar o nome para "CGParcial". A escalacao era: Quelhas, Patricia, Leandro, Sergio e outro Sergio (colega do Mauricio e Leandro na Petrobras).

Havia apenas 8 mesas, contando com a nossa. Algumas mesas classicas estavam lah: Frente Popular da Judeia (FPJ) e a mesa que gabaritou uma rodada no mes passado (que eu nao lembro o nome da equipe).

Na primeira rodada, vitoria da FPJ, com 9 pontos, enquanto CGParcial e mais duas outras equipes ficam com 8. Nas rodadas intermediarias soh tomamos ferro, sendo que FPJ ganhou um ponto extra. Na segunda rodada, empatamos em primeiro lugar com 8 pontos e perdemos (claro) no desempate: "Em que ano foi fundado o MST?"

Apostamos em 1982, a outra mesa apostou 1985. Era 1984! (perdemos, por 1 ano). De qualquer forma, nesta segunda rodada, a FPJ ficou atras da gente e conseguimos entrar na terceira rodada empatados com eles em primeiro lugar geral!

Na terceira rodada, fizemos 4 pontos, enquanto que a FPJ ficou com 5 pontos, mas outra equipe ganhou com 6 pontos. Acertamos a questao bonus, mas a FPJ tambem: tinha que dar o nome de tres times paulistas a partir dos seus escudos: Juventos, Noroeste de Bauru e Portuguesa Santista.

No geral, ficamos em segundo lugar com 21 pontos (8 + 8 + 4 + 1 (bonus)), um ponto atras da FPJ.

Algumas perguntas que nao soubemos responder:
a) nome do piloto do aviao do Tio Patinhas em ducktales
b) ator famoso de Hollywood que ganhou seu unico oscar, de ator coadjuvante por sinal, no filme "Os Intocaveis"
c) estado com a frase "Trabalho e Confia"
d) quem disse "Deus estah nas coincidencias"
e) o que eh um(a) trabal?
f) pais de origem do vocalista do "Men at Work"
g) resultado de um Fla x Vasco ocorrido no dia
do trabalho de 1994, em que ambos os times
homenagearam Ayrton Senna (recem-falecido)
h) nome da superbaba em SuperNanny

Respostas:
a) Capitao Boing
b) Sean Connery
c) Espirito Santo
d) Nelson Rodrigues
e) Um prego
f) Escocia
g) 1 x 1
h) esqueci
"